terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Conheça a origem da frase “Winners Don’t Use Drugs”


Se você frequentou algum fliperama nas década de 80 ou 90, certamente conhece uma tela em que podíamos ler algo que em inglês dizia “Vencedores não usam drogas”, o símbolo do FBI e o nome do diretor da instituição, William S. Sessions, mas você conhece a história por trás de uma das frases mais conhecidas da história dos jogos eletrônicos?


O site 1UP publicou um artigo muito legal sobre o assunto, onde eles dizem que a ideia veio do próprio Mr. Sessions, advogado bem sucedido e condecorado piloto da Força área norte-americana que após assumir a polícia federal do país tinha como um dos principais objetivos diminuir o tráfico de drogas e percebeu que a melhor maneira para fazer isso seria falando diretamente com os jovens e como a indústria dos jogos eletrônicos crescia rapidamente, estava ali o meio ideal.


Após conversar com Robert Fay, da associação americana responsáveis pelos arcades, ele conseguiu convencer 17 das 20 principais fabricantes de máquinas, como Taito, Tecmo e Tradewest a inserirem a imagem em seus jogos e durante vários anos a tela praticamente não passou por mudanças. Mesmo com os avanços da tecnologia que permitiu títulos cada vez mais bonitos, o escudo do FBI tornou-se apenas um pouco mais detalhado, mas sempre sem a utilização de efeitos ou firulas.


É pouco provável que a campanha tenha conseguido diminuir o uso de drogas entre os jogadores, mas mesmo assim ela se tornou amplamente conhecida e passou a fazer parte da cultura popular, tendo virado camisetas e aparecido em episódios dos Simpsons e mesmo com William S. Sessions tendo deixado a alta cúpula do FBI em 1993, ela não deixou de aparecer nas telas de inúmeros arcades, até que em 1998 o Marvel vs. Capcom fui um dos últimos jogos a trazer a memorável tela.

Fonte: MeioBit

domingo, 8 de janeiro de 2017

Como seriam os jogos atuais se fossem feitos antigamente?


Via Cogumelando

Já pensou como seriam os nossos jogos atuais se fossem criados em épocas passadas? Você já imaginou como seria? Já imaginou se os games atuais tivessem sido feitos na época do Mega Drive ou Game Boy? Pois bem, o post vai mostrar um pouco dessa curiosidade. Aqui você confere Demakes, remakes feitos em sistemas antigos! Acompanhem, achei muito interessante, espero que gostem.


Batman: Arkham Asylum


Bayonetta


BioShock 2


Brütal Legend


Dead Space


Final Fantasy VII


Final Fantasy XIII


Guitar Hero


Halo


Killzone


LittleBigPlanet


Mario Galaxy 2


Mario Kart


Metal Gear Solid 4


Metroid: Other M


Mirror's Edge


Need for Speed: Shift


Noby Noby Boy


Pimins


Red Dead Redemption


Resident Evil 5


Sin & Punishment: Star Successor


Soul Calibur


StarCraft


Super Smash Bros. Brawl


Uncharted 3


Zelda: Skyward


Voltando no tempo, Batman: The Dark Knight seria lançado assim para Atari!

Espero que tenham gostado. Eu particularmente achei muito interessante. :)

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Como eram feitos os jogos de antigamente?


Essa postagem foi feita baseada em um post do fórum 'Retrobits', se quiser ver a postagem original acesse forum.retrobits.com

Antigamente na época dos 8 bits era usado muito o Assembler era mais programado o código de maquina para saber se tal pixel poderia ser usado e depois era feito em Qbasic.

O Qbasic foi a linguagem base de programação desde do começo para vários consoles e computadores, os programadores tinham um console extra que tinha uma saída chamada RGB-DV onde apenas os (Development Kit) consoles preradados tinha e onde passava os códigos já pré-compilados para uma bios de teste, e olhe que nos primeiros consoles como o Atari a cada gravação de uma bios no console teste, teria que sempre colocar uma bios nova para um novo teste, por isso o pessoal sempre fazia o jogo no computador, testava no PC mesmo e depois passava para a bios do console para ver se ele aguentava, depois disso só fazia o cartucho com os códigos Assembler para o console comercial aceitar


Computadores como Apple IIc, Atari ST e Commodore 64 foi computadores praticamente Base usando o Qbasic e Assembler para programação de jogos na época 8 bits e inicio dos 16 bits.


No 16 bits já tinha computadores como o Next computer usando o Nextstep que já fazia programação em Objective-C orientado a objetos para jogos, nesse computador foi feito o primeiro DOOM entre outros jogos como Myst também, e foi muito usado para programação de jogos de 16 e 32 bits. Já não se usava muito o Basic e sim o C para programação de jogos e é até hoje.

Imagens de alguns Kits de desenvolvimento



O Kit de Desenvolvimento do Pc Engine e Turbo Grafix 16 chamados de (PC Engine PDS Dev-Kit) eram ligados no Next Computer que tinha um sistema operacional com vários programas para desenvolvimento, o sistema operacional desse PDS era o Nextstep o mesmo do Next Computer.

Foto do Computador Next e do sistema operacional NEXTSTEP


O NextStep é apenas um sistema operacional Unix-Like, o que significa isso? É um OS baseado nos padrões UNIX. Mas não confunda com o Linux que também é um Unix-Like. Linux é livre, você pode usar, modificar e distribuir à vontade. Apesar de ser baseado no Unix, o NextStep é um sistema de código fechado fazendo parte da família de softwares da empresa Apple. O Sistema acompanhava os computadores Next apelidados de BlackBox pela sua cor predominante, o preto. Os computadores Next entraram no mercado após seu lançamento em um evento de gala em 1988.


O Next Computer combinava o alto poder de processamento e software. As especificações do Next (Nextstation) eram uma Cpu com 25Mhz baseada no processador Motorola 68030 , Hd com 105Mb, 12Mb de Memória RAM e Monitor NeXT MegaPixel (1120 x 832). Tudo isso por um preço bem salgado: 4995 dólares. A Next parou de vender hardware em 1993 dedicando-se apenas ao seu software, o Nextstep. O grande atrativo do sistema operacional era a sua lingugem conhecida como Objective-C, muito usada naquela época na programação de jogos. Doom e Quake foram largamente criados no ambiente NextStep...


Steve Jobs (co-fundador da Apple Computer) foi obrigado a sair da Apple em 1985. Nesta época ele fundou uma empresa fabricante de hardware chamada Next. Para uso nos computadores produzidos pela Next, Steve criou o Sistema Operacional NextStep com ênfase na facilidade de uso e produtividade graças a lingugem Objective C.

O NextStep não foi um sucesso de vendas como sistema operacional, porém revolucionou o mundo do entretenimento digital. Este sistema tornou-se o escolhido para a produção de games como Myst


Os efeitos visuais de Jurassic Park e o filme Toy Story foram produzidos com o NextStep


Após o grande sucesso do sistema a Apple conquistou o retorno de Jobs e comprou a Next. Hoje, o NextStep é a base, e vive no coração, do que conhecemos hoje como Mac OSX.

O Allegro é uma biblioteca criada para uso em programação de jogos. É atualmente usada por muitas pessoas , ou para alguém que não queira funcionalidades adicionais, isso é ruim. Por enquanto, o Allegro vem com muitos recursos, mas há vários complementos para a inclusão de funcionalidades adicionais.


A interface pública do Allegro é em C, mas há alguns extensores (não-oficiais) para outras linguagens. Internamente, é escrito em uma mistura de C, Assembly (drivers i386), C++ e Objective-C.

Historicamente, um ponto forte do Allegro era sua performance – incluindo códigos otimizados em Assembler para situações em que tempo de processamento é fundamental. Desde que o Allegro deixou de ser apenas para DOS, alguns desses processamentos críticos passaram a ser feitos pelo Sistema Operacional, por exemplo, a aceleração de hardware por DirectX.

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Nintendo DS Games DVD-Pack


Em breve será lançado uma compilação de jogos de Nintendo DS para PC
Poste nos comentários abaixo o nome dos jogos que você quer que seja incluído nesse pack, ele será adicionado.

Tamanho:
Tipo: ISO
Hospedagem: Torrent
Download: Em breve...

Need for Speed: Underground


Need for Speed: Underground (NFSU) é o sétimo jogo de corrida da série Need for Speed e foi desenvolvido pela EA Black Box e publicado pela Electronic Arts em 2003.



O jogo traz para a série elementos inspirados no filme Velozes e Furiosos: corridas noturnas em circuitos urbanos e tuning. Além disso, é o primeiro Need for Speed a possuir uma história, reiniciando a série, e trocava os carrões luxuosos tradicionais da série por carros ligados à tunagem.

Site: Amazon
Links: